Estamos sendo

vítimas de

Autoridades de Petrópolis – RJ (delegados e uma promotora) estão fazendo uso da máquina pública e de suas influências, como autoridades, para exercerem uma vingança pessoal, por terem sido processados pela Irmandade em diversos órgãos nacionais e internacionais por crimes contra a humanidade e tortura. Um ano depois das representações feitas contra eles, os 15 religiosos, vítimas, inocentes, que assinaram os documentos, foram ILEGALMENTE presos num processo todo forjado por essas autoridades que foram representadas.
PERSEGUIÇÃO E INTOLERÂNCIA RELIGIOSA

Estamos sendo vítimas de PERSEGUIÇÃO E INTOLERÂNCIA RELIGIOSA

Autoridades de Petrópolis – RJ (delegados e uma promotora) estão fazendo uso da máquina pública e de suas influências, como autoridades, para exercerem uma vingança pessoal, por terem sido processados pela Irmandade em diversos órgãos nacionais e internacionais por crimes contra a humanidade e tortura. Um ano depois das representações feitas contra eles, os 15 religiosos, vítimas, inocentes, que assinaram os documentos, foram ILEGALMENTE presos num processo todo forjado por essas autoridades que foram representadas.

Veja também, oficialmente por meio de documentos e provas abaixo, a motivação da intolerância religiosa e o processo forjado que autoridades fizeram contra o nosso grupo religioso.

dividerdivider

Veja também, oficialmente por meio de documentos e provas abaixo, a motivação da intolerância religiosa e o processo forjado que autoridades fizeram contra o nosso grupo religioso.

dividerdivider
Documento: Operação Verdade

Este documento desmascara os
supostos “crimes”, os quais são
incontestavelmente
atípicos!

Documento: Operação Justiça

Este documento desconstrói de forma técnica os supostos “crimes”, os quais são evidentemente
atípicos!

Denuncia: Ministério Público Federal

Esta é a denuncia que a Irmandade fez
que mostra toda a motivação do ataque de
intolerância religiosa contra o grupo